top of page
Buscar
  • Foto do escritorEconomia e Evangelismo

Quais são afinal de contas os sinais do fim? - Parte 2 (com o adventista pioneiro)



Pouco mais de seis meses atrás, publiquei aqui no blog uma postagem com o título "Quais são afinal de contas os sinais do fim?". Relembre:


Nessa postagem, foi descrito como seria uma possível conversa a respeito dos sinais do fim, entre três representantes de três diferentes escolas de pensamento teológico. Leiamos novamente esse debate:


CÉTICO: Jesus não vai voltar.

SENSACIONALISTA MÍSTICO: Sim, Ele voltará, porque o controle social na China está se intensificando.

ERUDITO IASD: o controle social na China é Mateus 24:6. Ninguém deve ficar alarmado, porque o verso 14 (evangelho a todas as nações) vem depois e, esse sim, é o mais claro sinal da proximidade da volta de Jesus.

SENSACIONALISTA MÍSTICO (em silêncio e pensando consigo): boa resposta... Eu não tinha pensado nisso...

CÉTICO (às risadas): se o evangelho é o mais claro sinal do fim, porque a IASD não o prega como deveria? Quanto tempo a IASD ainda passará fazendo rodeios?

ERUDITO IASD (com a resposta na ponta da língua e bastante disposto a preservar seu emprego e/ou reconhecimento): o evangelho pregado a todas as nações não é um esforço humano. Será executado apenas quando o Espírito Santo descer sobre a Igreja, na chuva serôdia. E mesmo nesse caso, haverá a ajuda dos anjos.

CÉTICO: então o sinal do fim está no derramamento do Espírito Santo e na chuva serôdia? Quando virmos isso acontecendo saberemos que o fim está próximo? Como saberemos identificar esses acontecimentos?

SENSACIONALISTA MÍSTICO (alvoroçado): essa eu sei responder! Você sabe que essas coisas estão acontecendo quando você começa a ver notícias de milagres na internet e coisas incríveis acontecendo! E quando há jovens clamando ao Senhor nos acampamentos da Igreja!

ERUDITO IASD (entediado): o derramamento do Espírito Santo, que é a própria chuva serôdia, só pode ser discernido espiritualmente e só acontecerá no tempo de Deus.

SENSACIONALISTA MÍSTICO (em silêncio e pensando consigo): boa resposta... Eu não tinha pensado nisso...

CÉTICO: então a pregação do evangelho a todas as nações só ocorrerá a partir de uma poderosa, pontual e invisível intervenção divina?

ERUDITO IASD: sim.

CÉTICO: então não existe nenhum sinal realmente constatável?

ERUDITO IASD: não, nenhum.

CÉTICO: então o sensacionalista místico pode estar certo muito mais certo do que nós dois... Talvez ele tenha percebido com os olhos da fé essa poderosa, pontual e invisível intervenção divina...

SENSACIONALISTA MÍSTICO se anima.

ERUDITO IASD: veja... Em algum momento virá uma notícia que é verdadeira, mas essa última notícia a qual o sensacionalista místico trouxe, do controle social na China, pode não ser um sinal do fim. Eu particularmente acredito que pode não ser.

CÉTICO: você acredita nisso amparado no seu discernimento espiritual?

ERUDITO IASD: veja bem... Como eu já disse, precisamos lembrar que é só o princípio das dores. O evangelho ainda precisa ser levado a todas as nações...

CÉTICO: não quero entrar em raciocínios circulares. O sensacionalista místico ao menos tinha uma abordagem mais direta...

SENSACIONALISTA MÍSTICO (orgulhoso): isso que eu ainda nem contei a vocês sobre o último acordo entre o Vaticano e a União Europeia, que está muito perto de ser assinado...

ERUDITO IASD bate com a mão na testa.


Lembrei na sequência, entretanto, que existe ainda uma quarta abordagem aos eventos finais. Quem advoga por essa abordagem é o ADVENTISTA PIONEIRO. Ele compreende os eventos finais à luz do Grande Conflito entre Deus e Satanás, segundo o qual o Planeta Terra é um espetáculo para um Universo repleto de seres inteligentes, pensantes, dotados de consciência e livre arbítrio, diante dos quais Satanás deseja desacreditar o governo de Deus e apresentá-lo como injusto, arbitrário, incoerente e inferior ao seu. Compreende ainda que, à luz dessa crença, o povo de Deus possui um papel decisivo nos desdobramentos futuros, uma vez que por meio de uma conduta alinhada às leis de Deus, a qual lhe é facultada por meio do exemplo de Cristo, poderá ser um argumento decisivo a favor do Criador e contrário à Satanás. Nesse contexto, entende que a segunda vinda de Cristo não possui relação com grandes acontecimentos geopolíticos, econômicos ou sociais, mas apenas com a formação de um povo (Apocalipse 14) que reivindique o caráter de Deus. Crê ainda que esse povo tanto mais avançará no evangelismo mundial quanto mais santificado for e que tanto mais santificado será quanto maior for seu real comprometimento no evangelismo mundial, que exige não apenas confiança no Espírito Santo, mas trabalho árduo, coragem, disciplina e planejamento, bem como correta e inteligente administração dos recursos.


A postagem terminou com minha promessa de que escreveria uma segunda conversa sobre os eventos finais, na qual, além do Cético, do Sensacionalista Místico e do Erudito IASD, figuraria ainda o Adventista Pioneiro. Cumpro aqui finalmente minha promessa. Eis a conversa atualizada:


CÉTICO: Jesus não vai voltar.

SENSACIONALISTA MÍSTICO: Sim, Ele voltará, porque o controle social na China está se intensificando.

ERUDITO IASD: o controle social na China é Mateus 24:6. Ninguém deve ficar alarmado, porque o verso 14 (evangelho a todas as nações) vem depois e, esse sim, é o mais claro sinal da proximidade da volta de Jesus.

ADVENTISTA PIONEIRO: Sim. Ainda que o mundo todo esteja em completa convulsão, Jesus não voltará a menos que a Grande Comissão seja cumprida. Os sinais do fim não são políticos, sociais ou econômicos. Ao longo dos últimos 130 anos, o mundo esteve às voltas com guerras, experimentos políticos e sociais assustadores, supressões de liberdade e crises econômicas. Esses acontecimentos têm se intercalado, não obstante, com alguns períodos de relativa estabilidade e paz. Essa dinâmica demonstra que Deus tem sistematicamente "segurado os ventos" dos grandes acontecimentos e processos mundiais.

SENSACIONALISTA MÍSTICO parece um pouco decepcionado.

CÉTICO: tudo bem. Se ambos concordam que o evangelho é o mais claro sinal do fim, porque a IASD não o prega como deveria? Quanto tempo a IASD ainda passará fazendo rodeios?

ERUDITO IASD (com a resposta na ponta da língua e bastante disposto a preservar seu emprego e/ou reconhecimento): o evangelho pregado a todas as nações não é um esforço humano. Será executado apenas quando o Espírito Santo descer sobre a Igreja, na chuva serôdia. E mesmo nesse caso, haverá a ajuda dos anjos.

SENSACIONALISTA MÍSTICO (alvoroçado): sim! Já está acontecendo em toda parte! Na internet há notícias e mais notícias de milagres, que não acabam mais! Há jovens profetizando e tendo visões, principalmente nos acampamentos da igreja. Os anjos estão evangelizando os países do Oriente Médio e lá as pessoas estão aceitando a Jesus através de sonhos! Antes da pandemia de Covid-19 acabar, Jesus volta!

ERUDITO IASD: não foi isso que eu quis dizer. Eu falei que QUANDO o Espírito Santo descer, haverá sinais e prodígios e o evangelho será pregado. Não afirmei que está acontecendo agora.

CÉTICO: realmente, você não afirmou nada. Você só fugiu da pergunta. A IASD vai ficar sentada no banco da igreja assistindo culto enquanto a chuva serôdia não vem?

ERUDITO IASD: claro que não! A IASD tem diversas ações evangelísticas formidáveis! Nossos jovens fazem apresentações musicais e teatrais nos parques da cidade, dão sopa aos mendigos e distribuem copos de água aos motoristas nos semáforos!

CÉTICO: isso é um sinal do fim? Jesus está voltando?

ERUDITO IASD: veja... Esse assunto do porquê Jesus ainda não voltou é complexo. Eu mesmo já preguei diversas vezes um sermão intitulado "Por que Jesus ainda não voltou?". Eu vou te mandar o link do último que preguei, para você assistir, mas é um assunto complicado... E a chuva serôdia precisa ser derramada...

ADVENTISTA PIONEIRO: se você me permite dizer, Irmão ERUDITO IASD, o tema não é tão complicado e nebuloso assim. Jesus disse: "quem Me segue não andará em trevas". Os adventistas precisam de santificação e missão. Essas duas coisas trabalhando juntas, a volta de Jesus será apressada. Quando você diz que a chuva serôdia precisa ser derramada, você se esquece de que QUANDO QUALQUER LUZ É REJEITADA AINDA NA CHUVA TEMPORÃ, o grão não se desenvolve. Para receber a chuva serôdia, o adventista precisa, ainda na chuva temporã, arrepender-se de toda luz que foi rejeitada e de uma vez por todas aceitá-la. Sem isso, não existe chuva serôdia. Jesus não voltou porque rejeitamos a luz dada, inclusive aquela que nos orienta a utilizar com mais sabedoria, de acordo com a vontade de Deus, os recursos para o evangelismo mundial.

CÉTICO: então você reconhece que a Igreja Adventista realmente não prega como deveria! Viu só? É justamente por isso que eu não devolvo os dízimos... É jogar dinheiro fora!

ERUDITO IASD, até então imperturbável, subitamente se mostra bastante inquieto.

ADVENTISTA PIONEIRO: eu te peço por favor, Irmão CÉTICO, que me escute. Eu entendo seu desgosto. De fato, a Igreja Adventista não prega o evangelho como deveria, entre outras coisas mais nas quais falha. A infalibilidade da Igreja, aliás, é doutrina católica. A maior parte dos recursos que Deus entregou ao seu povo, principalmente na forma de obreiros e dinheiro, é empregada nos lugares errados, entre pessoas que já se cansaram de escutar as "boas novas" do evangelho, que novas já não lhes são há muito tempo... As igrejas são reformadas e embelezadas, os folhetos vão parar nas lixeiras, os estudos bíblicos são sempre para ex-adventistas, os pastores estão sempre entre os já evangelizados, nunca evangelizando... Quando 80% dos dízimos arrecadados nas associações permanecem dentro dos seus próprios domínios, o efeito não pode ser diferente... Entretanto eu te peço, por favor, que não deixe de devolver os dízimos. Procure obreiros ou ministérios que trabalhem em países abandonados às trevas, sem presença adventista, ou, na pior das hipóteses, envie seus dízimos todos para as missões adventistas oficiais. Ao menos atingirão pessoas realmente carentes do evangelho. No momento, estou procurando irmãos ou ministérios em outros países, para enviar-lhes dízimos. Junte-se a mim nessa procura!

CÉTICO: olha, parece tudo muito bonito, mas a verdade é que mesmo que nossos membros ou pastores sejam enviados para o mais incrédulo dos países muçulmanos, hindus ou budistas, não vai dar em nada, porque nossa mensagem perdeu o poder... São palavras vazias, destituídas de fé e de verdadeiro conhecimento bíblico. Essas palavras ocas são apenas o resultado de um cristão medíocre, acomodado, atolado até o pescoço nos mais sujos pecados. Um cristão assim pode apressar a volta de Jesus?

ADVENTISTA PIONEIRO: não, não pode. Como eu disse antes, estamos nessa condição porque pecamos ao rejeitar toda luz que nos foi dada. Eu te peço, Irmão CÉTICO, que relembre a história de nossa igreja. Estivemos muito perto de viver aquilo que Deus esperava de nós, o que nos habilitaria a encerrar a obra aqui na Terra, mas endurecemos o coração e retornamos ao deserto, recusando o convite para entrar em Canaã. A história da Conferência Geral de Minneapolis de 1888 e seus desdobramentos é crucial. Nós precisamos nos arrepender e aceitar que Jesus nos dá a vitória sobre o pecado e podemos andar com Deus assim como Enoque fez. Diversas instruções importantes nos foram dadas: viver no campo, em meio à natureza, cuidar da saúde física, mental e espiritual e fortalecer a família. Além disso, precisamos sim lembrar que a vontade de Deus era que os recursos que Ele nos deu, dons, dinheiro e ferramentas, fossem usados para atrair pessoas QUE NÃO CONHECEM O EVANGELHO, em TODOS OS CAMPOS DO PLANETA e especialmente naqueles lugares ONDE POUCOS OU NINGUÉM TIVERAM A CHANCE DE CONHECER JESUS. O campo de trabalho é o mundo todo. Se desejar ler mais sobre isso, eu indico o livro Evangelismo, da Irmã White, bem como a coleção Spalding and Magan. Um irmão leigo adventista também escreveu um livro intitulado Evangelhópolis e o Evangelismo por Metas Móveis, que traz diversos trechos de textos da Irmã White aconselhando uma completa reforma no uso dos recursos evangelísticos, que é luz dada e rejeitada

CÉTICO: entendo...

SENSACIONALISTA MÍSTICO (entusiasmado): esses livros relatam incríveis histórias de anjos fazendo grandes milagres para o evangelho ser pregado no mundo todo?

ADVENTISTA PIONEIRO: sinto decepcioná-lo, Irmão SENSACIONALISTA MÍSTICO, mas não tratam disso. O papel dos anjos na propagação do evangelho precisa ser melhor esclarecido, mas temo que o assunto tenha que ficar para uma próxima postagem...

ERUDITO IASD: estarei pronto!


Um forte abraço a todos!


Lucas




16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page